A importância de anotar tudo o que se come e o que se sente:

O Comportamento Alimentar

 

O Diário Alimentar:

 

“Ai, que preguiça de anotar tudo!”; “Não quero anotar, porque terei que colocar tudo o que como e não sei se quero isso”; “Não gosto de anotar, porque fico pensando em comida o tempo todo…detesto esse controle”; “Não anotei, porque não tive tempo”.

 

Muitas vezes, escuto isso de meus clientes. E até entendo. Mas, com tantos anos trabalhando com Transtornos Alimentares, estou certa de que, quando não anotamos TUDO que comemos, não sabemos exatamente como comemos. Muitos se surpreende, quando encaram esse desafio.

 

“Nossa, eu não sabia que eu comia tanto”; “Eu não imaginava que beliscava dessa forma… passei várias vezes na cozinha e tirei um pedacinho pequeno de bolo. Só anotando me dei conta disso” 

 

E se não temos consciência de algo, não há como melhorar. Não é assim? Por isso, o diário alimentar é tão importante. É preciso anotar sim e absolutamente TUDO. E não se leva mais do que 10 minutos diários para isso. Se você deixar para anotar no próximo dia, já não se lembrará mais. Se você belisca demais, é melhor anotar o mais próximo possível das refeições. Você pode usar bloco de papel, aplicativos de celular, bloco de notas do celular. Onde for mais fácil para você. 

 

O Diário de Comportamento Alimentar:

Além de anotar tudo o que você comer, anote também toda a emoção envolvida nesse “comer”.  Assim, além de você anotar o que comeu, anotará também o que fez você comer a mais. Por exemplo:

18:00 – 02 pães com 02 fatias de queijo + duas fatias de presunto + 02 copos de refrigerante + 02 brigadeiros.

Estava me sentindo cansada. E na hora pensei: “trabalhei demais hoje…mereço. Amanhã, farei certo”. 

 

Percebe como é importante identificar os pensamentos “sabotadores”? São eles que farão você perder o controle. É uma porta aberta para os “escorregões”.

Aprender a identificar esses pensamentos e a lidar com eles é uma tarefa que exige consciência, comprometimento e repetição…muita repetição.

Lembre-se: quanto mais você repete um comportamento, mais rápido ele virará um hábito.

 

Leia também:

Compulsão Alimentar

compulsao alimentar

 

 

 

Sou Rosângela Nascimento - Psicóloga e Coach - Sou apaixonada pelo que faço. Sinto-me feliz e realizada, porque, através do Atendimento Online, meu trabalho pode alcançar pessoas em várias partes do Brasil e do mundo. Acesse meu blog: www.rosangelanasc-psicologa.com.br/blog Agendamento de consultas: http://rosangelanasc-psicologa.com.br/agende-sua-consulta/